quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Consciência..., não importa a cor

A optica humana é completamente diferente da óptica divina. A visão humana é limitada,  alcançamos somente o óbvio, enquanto que a visão divina  alcança o “infinito”, alcança o coração, alcança a alma...

Que possamos enxergar “além” do que os nossos físicos conseguem ver, que possamos enxergar com os “olhos” do  coração, e somente assim conseguiremos  valorizar esta "bela pintura" – O Homem -  um ser que necessita ser respeitado como pessoa, como cidadão, como gente, como humano!

Que possamos nos completar como irmãos, nos respeitar como bons cidadãos e fazer valer o direito do branco, do negro, do pobre, do rico, do gordo, do magro, do alto, do baixo, da criança, do jovem e do idoso. 

Jesus veio remover todas as distinções étnicas, racionais, nacionais, sociais e sexuais. Que possa haver em nós o mesmo sentimento que houve em Cristo Jesus (Fp 2.5). Que possa haver em nós uma consciência cheia de amor, não importa a cor, mas o amor, pois, consciência não tem cor!!

“O Senhor  não vê como vê o homem. O homem olha para o que esta diante dos olhos, porém Deus olha para o coração.” (I Sm 16.7). O olhar de Deus é muito mais apurado!!

Isabel Lima
(foto tirada da Internet)

Nenhum comentário:

Postar um comentário