quarta-feira, 2 de abril de 2014

"ESTA TUDO BEM COM A MINHA ALMA."


"IT IS WELL WITH MY SOUL."

Horatio Gates Spafford,  nova-iorquino, 20 de outubro de 1828,  autor do Hino Cristão: IT WELL WHIT MY SOUL,   composto após uma tragédia que aconteceu com sua família. 

Em  1873, Spafford decidiu enviar a família: Anna Tubena Larse (esposa) e suas quatro filhas: Anna, Margareth, Elizabeth e Tanetta, para passar as férias na Inglaterra,  numa viagem de navio. Devido a necessidade de cuidar de seus negócios, ele iria encontrá-las logo depois.

Em novembro de 1873, o navio a vapor “Ville du Havre” atravessando o Atântico foi atingido por uma embarcação de ferro que o levou a pique, tirando a vida de 226 pessoas. Logo depois da tragédia ele recebeu um telegrama de sua esposa: "SAVED ALONE” (salva sozínha).

Suas amadas filhas: Anna, Margareth, Elizabeth e Tanetta já se encontravam nos braços do Pai.

Berta Spafford, a filha nascida após a tragédia, conta que quando o seu pai foi ao encontro de sua mãe, na Inglaterra,  na viagem ele comcompôs a letra deste maravilhoso Hino: “ESTA TUDO BEM COM MINHA ALMA.” 

A melodia composta por  Philip Bliss,  foi intitulada “Villa du Havre’, o mesmo nome do navio do acidente. Veja abaixo uma das versões em português, as quais ainda transmitem o sentimento de Horatio Spafford:

SOU FELIZ

“Se paz a mais doce me deres gozar, se dor a mais forte sofrer
Oh! Seja o que for, tu me fazes saber, que feliz com Jesus sempre sou!

Coro: Sou feliz com Jesus, Sou feliz com Jesus, meu Senhor!

Embora me assalte o cruel Satanás, e ataque com vis tentações
Oh! Certo eu estou, apesar de aflições, que feliz eu serei com Jesus!

Meu triste pecado, por meu Salvador, foi pago de um modo cabal!
Valeu-me o Senhor! Oh! Mercê sem igual! Sou feliz, graças dou a Jesus!

A vinda eu anseio do meu Salvador! Em breve virá me levar
Ao céu, onde eu vou para sempre morar, com remidos na luz do Senhor!”

Spafford faleceu em 16 de outubro de 1888, por malária,  tendo sido enterrado em Jerusalém. “Para mim tenho por certo que as aflições deste tempo presente não são para comparar com a glória que em nós há de ser revelada.” (Rm 8.18)

Deus levou para junto de si os amados “tesouros” de Spafford, porém e apesar de ser a “dor a mais forte sofrer”,   ele não abriu mão de seu mais  valioso “Tesouro”  – Jesus Cristo – o Filho de Deus!

Que paradoxo! Sofrimento e paz? Sim, Stafford sofreu, mas gozou da mais doce paz quando declarou confiante: "ESTÁ TUDO BEM COM MINHA ALMA.” Ele tinha paz em em meio ao sofrimento. Paz que excede todo entendimento, paz espiritual, Fruto do Espirito Santo de Deus em sua vida. (Gl 5.22,23)

Mesmo em meio a perdas, Jó declarou:  “Eu sei que meu Redentor vive!”’, assim como Horatio Gates Spafford declarou convicto: “Esta tudo bem com minha alma.”

Será que também podemos declarar em meio às aflições desta vida:  "Esta tudo bem com a minha alma.”

"A dor é a mais forte, porém, a paz é a mais doce!!"

(Isabel Lima)
Fonte: Wikipédia, a enciclopédia livre, acesso em 02/04/2014..
















Nenhum comentário:

Postar um comentário