terça-feira, 18 de setembro de 2012

O GOVERNO, O CRISTÃO, A IGREJA E A POLÍTICA - PARTE - VI

O MILÊNIO -  O GOVERNO UNIVERSAL DE CRISTO

6.1  Definição de Milênio
É um período de  mil  anos, durante o qual Cristo há de Governar plenamente sobre o mundo. (Ap 20.1-5)

6.2 Jesus reinará sobre o Trono de Davi - Lc 1.32,33
   - Como Rei  dos Reis e Senhor dos Senhores (Ap 19.16)
   - Ele será o alvo das atenções (Zc 8.20-22)
   - Todos quererão vê-lo (Is 2.2-4; 17:7)

6.3 Jerusalém será a Sede do Governo mundial de  Cristo
      (Is 2.2; 60.1-3; 62.4; 66.20; Mq 4.8,13)
   
6.4 Caravanas das nações irão à Jerusalém buscar o Senhor, sua Palavra, sua
      benção (Is 2.3; Zc 8.20-23)

6.5 O Domínio de Cristo sobre os Reinos deste Mundo (Ap 11.15)
“O Reinos do mundo vieram a ser de nosso Senhor e do seu Cristo, e Ele reinará para todo o sempre”.

6.6 O Governo de Cristo será de ordem Universal (Zc 14.9)
  
6.7 Governará com justiça e equidade (Is 11.4,5)

6.8 Características do Reino Milenar
- Grande derramamento do Espírito (Ez 36.27; 39.29; Zc 12.10);
- Pleno conhecimento de Deus (Jr 31.34; Is 11.9); 
- O Evangelho será conhecido em todo o Mundo (Is 2:3/11:9);
- Não haverá idolatria (Is 2.18; 17.8);
- Haverá abundância de Salvação (Is 33.6; 62.1; Zc 8.13;  9.16 );
- Haverá Paz Universal (Is 2.4; 54.13; 65.22);
- Não haverá violência (60.18);
- Haverá prosperidade para todos (Is 65.21,22; Mq 4.4/Zc 3.10);  
- Plena recuperação ecológica da Terra (Is 35.1,2,6,7; 29.17);
- Não haverá fome (Ez 36:29-30/Am 9.13-14; Zc 8.21);
- Longevidade para o ser humano (Is 65.19-21; 33.24);
- Abundante saúde física e mental  (Is 33.24; 35. 3-6);
- Haverá mortes em proporções reduzidas – Is 65.20;
- Será eliminado o instinto de ferocidade dos animais (Is11.6-9; 35.9).


6.9 O Povo de Israel no Milênio
- Serão mensageiros do Rei – (Is 14.1,2, 65.6/);
- Serão uma benção para todos (Zc 8.23);
- Sua  Glória e a Grandeza serão restaurada (Is 30.1-22; 62.8-13); 
- Estarão de posse de todo  o território que o Senhor prometeu a Abrão;
(do Mediterrâneo ao Rio Eufrates) (Gn 15.18; Ex 23.31; Ez 48.1-35).

6.10 Onde estará a Igreja durante o Milênio?
        - Na Jerusalém Celestial (Hb 11.10,16; 12.21-22; Ap 21.1-27);
        - Ela descerá do Céu e pairará nas alturas, sobre a Jerusalém terrestre (Is 2.2; Mq 4.1);
        - A glória e o esplendor da  Jerusalém celeste iluminará a Jerusalém terrestre e seu
             templo (Is 4.5; 24.23; Ez 43. 2-5).
             
6.11  No final do Milênio Satanás será solto por um pouco de tempo
        (Ap 20.7-9,8).
    
6.12  No final desse breve período Satanás será novamente preso e lançado
         no Inferno (Ap 20.10)


CONCLUSÃO

Tudo o homem fez para governar bem. Diversas formas de governos foram e são testadas: República, Monarquia, Anarquia. Governos de formas puras ou impuras: governo exercido para o bem de todos ou governo exercido para o bem individual ou de apenas um grupo. Podemos  observar que a realidade atual  das  nações tem mostrado que o homem não pode e não sabe governar bem, pois, eles não se submeterem e não se submetem a Deus como Soberano e Senhor, “a Fonte de toda Autoridade”. 

Os Babilônicos, com todo o seu poderio, grandeza e glória, devoravam tudo o que encontravam pela frente, ferozes como os Leões. Os Medos-Persas, na sua grande força, saíram a conquistar as maiores potencias da época, parecidos com a força dos Ursos. Os Gregos, rápidos, velozes, saíram a conquistar o mundo, incansáveis, mas cruéis como os Leopardos. Os Romanos, fortes como o ferro, esmiuçavam, devoravam, quebravam tudo como a fúria de uma Fera  (Dn 7.1-7).

Atualmente a Onu (Organização das Nações Unidas), tenta de tudo para governar bem o mundo, visando essencialmente preservar a paz e a segurança mundial, estimular a cooperação internacional na área econômica, social, cultural e humanitária, promover o respeito às liberdades individuais e aos direitos humanos, mas nem sempre com sucesso. É  importante notar que o Conselho de Segurança da ONU nem sempre cumpri o seu objetivo. Em 1963 por exemplo, não conseguiram evitar que E.U.A interviessem na Guerra do Vietnam, atualmente também não houve sucesso para evitar a guerra entre E.U.A e Iraque.

Homens que tudo tentaram e tentam para governarem bem, mas sem  sucesso, pois não perceberam que todo Governo Humano é “Força” e não “Poder”, “O poder pertence somente a Deus” (Sl 62.11).

Futuramente, surgirá um  governante mundial,  “bem sucedido”, poderoso, trazendo a “paz”,  a  segurança, e a prosperidade tão almejada pelas nações. Seu nome: Anticristo, o homem do pecado, o filho da perdição. (II TS 2.1.12). De repente “Quando andarem dizendo: há paz e segurança, então lhes sobrevirá uma repentina destruição, como as dores de parto àquela que está grávida, e de modo nenhum escaparão” (I Ts 5.3).

Mas, ainda resta uma esperança para as nações, pois,  a Bíblia nos diz que: “Do tronco de Jessé brotará um rebento... A justiça será o cinto dos seus lombos...O Senhor lhe dará o trono de Davi. Ele reinará eternamente sobre a casa de Jacó, e o seu reinado não terá fim...” (Is 11.1,5; Lc 1.32,33). Seu nome: Jesus Cristo , “Foi lhe dado o domínio, a honra e o reino; todos os povos, nações e línguas o adorarão. O seu domínio é um domínio eterno, que não passará, e o seu reino é o único que não lhe será destruído”. (Dn 7.14)

 Isso cumprir-se-a plenamente na dipensação Milenar, quando Jesus Cristo, reinará sobre todas as nações do mundo, como “Rei dos reis e Senhor dos senhores”. (Ap 19.16).


Elaborado por:
Maria Isabel da Silva Lima
Copyright: proibida a cópia, reprodução, distribuição, exibição, criação de obras derivadas e uso comercial sem a prévia permissão do autor.

FONTE:
- BIBLICA SAGRADA, nas seguintes versões: Estudo Pentecostal, Profecias, Thompson.
- BÍCEGO, Valdir Nunes. O Cristão e a Política. (Apostila de Curso)
- GILBERTO, Antonio. Escatologia Bíblica. (Apostila de Curso)
- OLSON, N. Laurence. O Plano Divino Através dos Séculos. 6.ed. Rio de Janeiro. Casa Publicadora da
  Assembléia de Deus.1981. p. 53-56.
- PEALMAN, Myer. Conhecendo as Doutrinas da Bíblia. Editora Vida. 1997. p.112-113
- SANTOS, Maria Januária Vilela. História Geral. p. 76-77,84
- HARLEY,  Henry H. Manual Bíblico. 4.ed. São Paulo.1994. p. 672-673
- Lições Bíblicas Jovens e Adultos: 
  Ética Cristã. CPAD. 2o. trimestre 1988. p. 20-23. 3o. trimestre de 2002. p. 90-96.
  Salvação e Justificação. CPAD. 1o. trimestre de  2006. p. 68-74.
  A Igreja e a Obra Missionária. CPAD. 3o. trimestre de 1990. p. 28-30.
  Igreja, Projeto de Deus. CPAD. 4o. trimestre de 1998. p. 83-89.
  Romanos, o Evangelho da Justiça de Deus. CPAD. 2o. trimestre de 1998. p. 75-81.
  Sal e Luz. CPAD. 4o. trimestre de 1996. p. 26-32. CPAD
- Artigos da Internet:
  GUIMARÃES, Jabesmar A. Sujeição às Autoridades.
  FISHER, Gary. A Relação do Cristão com o Governo. Dispensações
http://.www.estudosdabiblia.net/d9.html. Acesso em: 02 mac 2006.



Nenhum comentário:

Postar um comentário