terça-feira, 18 de setembro de 2012

A INSTITUIÇÃO DO GOVERNO HUMANO

DEUS É A FONTE DE TODA AUTORIDADE: "Tua é, Senhor, a magnificência, e o poder, e a honra, e a vitória, e a majestade; porque teu é tudo quanto  há no céus e na terra: teu é, Senhor, o reino, eu tu te exaltastes sobre todos como chege. E riquezas e glórias vêm de diante de ti, e tu dominas sobre tudo , e na tua  mão há força e poder; e na tua mão está o engrandecer e dar força a tudo... Porque tudo vem de ti, e da tua mão to damos." (I Cr 29.11-14)

Deus delegou a autoridade ao homem no Jardim do Éden
Adão era governado por Deus. Deus deu-lhe trabalho a fazer (Gn 2.15) e ordem a obedecer (Gn 2.16,17). Desse modo o homem era governado, obedecendo a vontade (Lei) de seu Criador. Deus também concedeu ao homem a autoridade para  governar as demais criaturas viventes, e estas o temiam e obedeciam. (Gn 1.28; 2.19).

No século antidiluviano não havia Governo Humano. :
Depois da queda de Adão e Eva, o homem tornou-se avesso às leis,  passando a se comportar de maneira cruel e egoísta. Todo  homem tinha a liberdade para seguir ou rejeitar qualquer caminho, não havia freio contra o pecado. O primeiro homicida, Caim, foi protegido contra o vingador. (Gn 4.15), Deus tratou com Caim a seu modo, não houve qualquer intervenção humana, Deus proibiu qualquer intervenção humana, e pôs uma marca em Caim para que  as pessoas não o matassem. (Gn 4.1-16). Sucessivos homicídios (Lameque por exemplo) aconteciam. (Gn 4.23,24) “A maldade do homem se multiplicava sobre a terra” (Gn 6.5a). Toda a imaginação dos pensamento de seu coração era má” (Gn 6.5b). “A terra, porém, estava corrompida diante de Deus, e cheia de violência”.  (Gn 6.11,12)

Após o dilúvio Deus  institui o Governo Humano
Manter a humanidade caída dentro da Lei era uma necessidade básica,  para o bem estar de  cada um, ao mesmo tempo para o bem geral.  Foi  por isso que Deus instituiu o Governo Humano,  dando autoridade ao homem para governar sobre outros homens (Gn 9.1-6).

As autoridades, fazem parte do Governo Humano:

a) O GOVERNO serviria  de freio sobre os delitos dos ímpios. (Gn 4.8,23; 6.4,5,11,12)
O mundo precisava de Leis,  para evitar o caos, e para restringir o pecado,  pois o pecado prevaleceria sem códigos de Leis.

b) Deus procurou salvaguardar a intocabilidade da vida humana
Deus reprimiu o  homicídio  na sociedade.“Se alguém derramar o sangue do homem, pelo homem se derramará o seu”. (Gn 9.6). Ele o fez de duas maneiras:

1)  Acentuou o fato de que o ser humano foi criado a imagem e semelhança de Deus.
     (Gn  1.26,27).

2)  Instituiu a Pena de Morte, ordenando que todo homicida seja castigado com a morte. Essa é a função de maior seriedade do Governo Humano, e uma vez que Deus concedeu ao homem essa responsabilidade judicial, automaticamente todas as demais funções de Governo foram também conferidas. A investidura dessa autoridade e responsabilidade no  homem foi uma  novidade do novo pacto de Deus com os homens após o Dilúvio (Gn 9.6).

Sem Governo o que resta é a Anarquia:

a) Há necessidade do Governo
Para haver ordem e segurança em um país, em um lar, em uma  escola, em uma igreja, em uma empresa, e, até mesmo, numa disputa esportiva, tem que haver autoridade. Toda comunidade humana tem necessidade de uma autoridade que a dirija.

b) Povo de Israel sem Governo
Numa das fases mais negras da história de Israel, duas vezes a bíblia registra,  “Naqueles dias não havia Rei em Israel, cada qual fazia o que achava mais reto.” (Jz 17.6; 21.25).

O Governo Civil é uma Instituição Divina – (RM 13:1,2)
O Governo Humano foi instituído por Deus (Gn 9.1-6).  É Deus quem outorga a autoridade ao  homem para exercer o Governo sobre outro homem, visando o bem estar do homem. (Dn 2.37; Rm13.1; Mt 22.37). Deus dá o Poder, e Deus tira o Poder. (Dn 2.21; 4.17,31,32). Ele é o Senhor dos Reis. (Dn 2.47).

Deus Governa o homem através de Três Instituições
Deus estabeleceu originalmente na terra três instituições, para por meio delas exercer o seu governo entre os homens:

1) Família – é uma instituição de  Natureza Social (Gn18.19; Dt 6.4-10; Mc10.6-9;
     I Tm 3.4)

2) Igreja  – é uma instituição de  Natureza Religiosa (Rm 12.8; I Co 6.5; Hb 13.17). Não
    se trata aqui da Igreja como corpo de Cristo, e sim da Igreja como organização.

3) Estado ou Governo Civil – é uma instituição de  Natureza Civil, seus primórdio estão
     em Gênesis 1.26; 9.1-6; Rm 13.1-7; I Pe 2.13-17.

Continua..."Função do Governo para com o povo".

Um comentário:

  1. Excelente explicação, e a continuação, como faço para conseguir, Deus lhe abençoe.

    ResponderExcluir